Amigos apontando a tela do computador

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender para uso exclusivo do InfoWester.

A internet não é um lugar seguro, pois diariamente milhares de vírus são criados com um único objetivo: coletar dados. Mas, afinal, como blindar os computadores e laptops desses softwares maliciosos?

Com tantas opções gratuitas, será que realmente vale a pena comprar antivírus? E, antes de mais nada, adiantamos que sim: adquirir uma proteção paga é a melhor forma de ter as suas informações pessoais preservadas.

O armazenamento de dados bancários, fotos e outros conteúdos particulares em nossas máquinas é natural. E mesmo que existam senhas, elas nada mais são do que uma falsa sensação de defesa, pois os vírus podem infectar o aparelho e monitorar todos os seus passos. Sim, eles são uma violação grave da sua privacidade e que pode gerar danos irreversíveis.

Existem algumas marcas que oferecem versões grátis de seus produtos. Porém, elas não exercem por completo todas as funções de proteção — como a segurança do dispositivo em tempo real quando está online, por exemplo. Portanto, não restam dúvidas: comprar um antivírus é o melhor investimento que você pode fazer para poupar muitas dores de cabeça!

Quer ajuda para escolher o melhor programa? Abaixo separamos 3 dicas para você acertar em cheio na compra. Confira!

Mulher navegando na internet em computador e smartphone protegido com antivírus

Comprar antivírus: 3 dicas para escolher a melhor opção

Você já compreendeu que é importante ter um bom antivírus para PC, certo? Porém, com a enorme variedade no mercado, como saber se um programa é realmente eficaz? Para te auxiliar nesse impasse, veja 3 pontos que você deve considerar:

1. Escolha uma marca atualizada 

De nada adianta comprar um antivírus que tenha dezenas de vantagens, mas não está atualizado. Novos malwares são criados diariamente, portanto é fundamental adquirir um produto que se preocupa em manter updates frequentes.

Uma maneira de conferir isso é através do AV-Comparatives, um site que faz o teste dos programas. Assim, todas as marcas que possuírem o selo Advanced+ podem ir para a sua lista.

2. Prefira nomes confiáveis

Da mesma forma que os vírus em si, existem falsos antivírus que causam danos semelhantes aos destes softwares maliciosos. Sim, é isso mesmo que você leu.

Portanto, por mais que você tenha encontrado uma marca barata e que pareça oferecer tudo o que você precisa, dê preferência aos nomes já conhecidos no mercado. A Bitdefender, por exemplo, possui mais de 500 milhões de usuários ao redor do mundo e recebeu o prêmio “Produto Excepcional 2018” pela AV-Comparatives.

3. Confira todas as vantagens

Por fim, vale frisar a importância do atendimento às suas necessidades. Assim, na hora de comprar um antivírus dê preferência por opções que cubram mais de um dispositivo ao mesmo tempo — como o laptop e o smartphone. E não só isso, que proteja de forma completa todos eles.

 

– Vale a pena comprar antivírus? Confira 3 dicas para escolher o melhor software. Disponível em: <https://www.infowester.com/blog/comprar-antivirus-como-escolher/>. Acesso em: 01.agosto. 2019.